EMESP

MENU

Andréa Campos

Nome: Andréa Campos

Disciplina: Violino

Formação e atividades Artísticas: Nascida em Santarém, Pará, Andréa Campos iniciou seus estudos de violino na Escola de Música de Brasília, aos 10 anos de idade, com a professora Marena Salles. Aos 15 anos ganhou bolsa da Organização dos Estados Americanos (OEA), onde foi um dos cinco músicos selecionados de toda a América Latina. Concluiu o segundo grau nos Estados Unidos, na Interlochen Arts Academy (1987), e bacharelou-se pela Western Michigan University (1991), sob a orientação da professora Renata Knific.  Obteve o grau de Mestre pela Eastman School of Music (1993), em Rochester (New York), com as professoras Catherine Tait e Camila Wicks. Recebeu o Artist Diploma da Carnegie Mellon University (1997), em Pittsburgh (PA), sob orientação de Andrés Cardenes, sendo a primeira candidata aprovada para cursar esse programa, em que utilizou, durante dois anos, o violino Stradivarius do acervo da instituição.

Recitalista e solista no Brasil e no estrangeiro, seu repertório inclui apresentações com orquestras como a Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo, Bachiana Filarmônica, Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília e Camerata Antiqua de Curitiba, assim como co-solista de Andrés Cárdenes, em Pittsburgh (PA). Atuou como spalla em exibições no Lincoln Center e no Carnegie Hall (New York), no Kennedy Center (Washington, D.C.) e no Boston Symphony Hall, além de liderar a Heidelberg Schlossfestspiele Orchester, na Alemanha. Foi concertino na Youngstown Symphony (Ohio) e integrou as Sinfônicas de Kalamazoo e Battle Creek (Michigan), a Erie Philarmonic (Pensilvânia), a New World Symphony (Flórida) e a Rochester Philharmonic (New York).

Participou de festivais e cursos intensivos para instrumentos de cordas, como o Encore School for Strings (Ohio), e se apresentou em master classes para Pinchas Zukerman, Shmuel Ashkenasi, Yair Kless, Tokyo String Quartet, entre outros.

Coleciona variadas premiações, de melhor intérprete de música brasileira (Piracicaba, São Paulo) a vencedora dos concursos Julius Stulburg Scholarship Chair, Kalamazoo Symphony Honor String Quartet e Concerto Competition, realizados pela Western Michigan University.

Gravou em 1997 seu primeiro CD, denominado “Andréa in Concert”, e foi membro da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), Sexteto de Cordas da Osesp, Jazz Sinfônica de São Paulo, concertino do Engenho Barroco e spalla da Bachiana Filarmônica. Foi integrante do Quarteto “Vienarte” e Trio “D’Amore”. Foi professora de violino na Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM) e da Escola Municipal de Música (EMM).

Em 2017, foi indicada como Comendadora da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes. Seus alunos têm se destacado no âmbito musical e recebido bolsas de estudos internacionais, assim como as mais variadas premiações.

Atualmente é chefe de naipe dos segundos violinos da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo (OSM) e integrante da Bachiana Filarmônica Sesi. Leciona violino e música de câmara na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim) e no Instituto Baccarelli. Fundadora do Coral “D’Amore” juntamente com seu marido Flávio Geraldini, pai de seus filhos Alonso e Amanda.