EMESP

MENU

Estude Conosco

A Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP Tom Jobim proporciona tanto a formação de crianças e jovens nas áreas da música erudita e popular, quanto o aperfeiçoamento de músicos que já completaram sua formação e que desejam aprofundar e ampliar ainda mais seus conhecimentos. São 1.300 alunos que têm à sua disposição mais de 40 cursos diferentes.

Com foco na excelência e na formação dos alunos, a EMESP Tom Jobim proporciona, nos cursos regulares de profissionalização musical e aprimoramento (Formação Continuada e Formação Avançada), aulas práticas, que são oferecidas de forma individual ou coletiva, e aulas teóricas.

O Curso de Formação Continuada é direcionado aos estudantes que buscam aprendizado com foco na prática de instrumento musical ou canto. Sua estrutura é organizada em ciclos, conforme faixas etárias e nível de conhecimento musical dos estudantes.

Já o Curso de Formação Avançada é para aqueles que completaram sua formação e querem se aprimorar em disciplinas especializadas nas áreas de Composição, Regência Coral, Música Antiga, Ópera Estúdio e Prática Instrumental Avançada (erudito e popular).

Para ingressar na EMESP Tom Jobim, os candidatos devem participar dos processos seletivos que são anuais. O processo seletivo da Escola tem por objetivos selecionar e classificar os candidatos para ingresso nos cursos oferecidos por meio de:

1. Avaliação do conhecimento musical, técnico e teórico do candidato;

2. Avaliação da aptidão e potencial dos candidatos para o curso em que pretendem ingressar.

Os prazos, horários, locais e demais informações para inscrição dos candidatos, bem como o conteúdo programático das provas a serem aplicadas, serão publicados anualmente por meio de Edital.

A critério da direção, o processo seletivo da EMESP Tom Jobim pode ser dividido em fases teórica e prática.

A seleção dos candidatos é feita por meio da avaliação de seus conhecimentos por provas e audições aplicadas pelos professores da EMESP Tom Jobim, ficando a decisão final da aprovação ou reprovação a cargo da direção e da coordenação pedagógica da EMESP Tom Jobim.

Terão direito a matrícula os candidatos aprovados no processo seletivo, desde que cumpridos todos os pré-requisitos e prazos descritos em Edital.

É condição para matrícula do aluno a concordância expressa deste, ou dos pais ou responsáveis, quando menor de idade, com os termos deste Manual do Aluno. A EMESP Tom Jobim dará conhecimento prévio aos alunos, pais ou responsáveis, dos termos deste Manual do Aluno.

A matrícula será efetuada mediante requerimento do aluno ou dos pais ou responsáveis, se menor de idade, e entrega de toda a documentação exigida em cada caso.

A matrícula será efetuada dentro do limite de vagas oferecidas e com base nas regras descritas no processo seletivo.

O término de qualquer ciclo do Curso de Formação Continuada não implica o ingresso automático do aluno concluinte em qualquer outro curso ou ciclo oferecido pela EMESP Tom Jobim. Todos os alunos devem passar por exame de ingresso para as vagas disponíveis, oferecidas anualmente em cada curso ou ciclo da EMESP Tom Jobim.

O número de vagas oferecido no processo seletivo para cada curso é estabelecido ao final de cada ano, pois está sujeito a alterações devido a reprovações ou eventuais desistências ao longo do período letivo.

Para todos os Cursos de Formação Continuada ou Avançada, o ingresso dos alunos se dá mediante exame de proficiência de conhecimento teórico-musical e técnica instrumental. Esse processo seletivo deve ser realizado por bancas formadas por professores da EMESP Tom Jobim e, quando possível, por músicos convidados.

Para os exames do Curso de Formação Avançada (4º Ciclo), além dos requisitos de conhecimento teórico-musical e técnica instrumental, o aluno ingressante deve ter conhecimento específico da área de especialização (Composição, Núcleo de Música Antiga, Ópera Estúdio, Prática Instrumental Avançada, Música Contemporânea ou Regência Coral, entre outros) que deve ser comprovado em processo seletivo próprio para tal fim.

Para os Cursos Livres, o processo seletivo aberto anualmente é realizado por meio de avaliação das aptidões e conhecimentos musicais dos candidatos. Essa avaliação é feita pelos professores responsáveis pelas disciplinas oferecidas, juntamente com a coordenação pedagógica da EMESP Tom Jobim.

As vagas remanescentes do processo seletivo serão preenchidas observando-se a ordem de classificação dos alunos aprovados nos exames de ingresso. Caso haja necessidade, a direção da EMESP Tom Jobim pode abrir novos processos seletivos até que as vagas dos cursos oferecidos estejam preenchidas.