EMESP

MENU

Coral Jovem do Estado

13 de fevereiro de 2017

O repertório eclético e o dinamismo das apresentações do Coral Jovem do Estado refletem uma proposta artístico-pedagógica que vai além do canto. Pensado de forma a desenvolver integralmente as habilidades dos bolsistas, o projeto trabalha não apenas a voz humana, mas também questões adjacentes de performance e interpretação vocal, como expressão corporal e sensibilidade musical. Reestruturado em 2015, com a chegada do regente titular Tiago Pinheiro e da preparadora vocal Marília Vargas, o Coral Jovem estabeleceu um importante tripé artístico. Além do fundamental repertório lírico, o grupo passou a explorar a música antiga e a música popular – incluindo a criação de um núcleo de música popular dentro do coral. Essa diversidade – aliada à oportunidade de transitar do canto barroco ao popular, ao lado de renomados solistas, arranjadores e grupos – proporciona aos jovens cantores uma formação de maior abrangência técnica e intelectual, transformando-os em artistas capazes de explorar seus corpos e vozes de forma mais criativa e precisa.