EMESP

MENU

Ex-aluno vence Concurso Internacional de Regência de Tokyo

05 de outubro de 2021

José Soares, 23 anos, ganhou o 19º Concurso Internacional de Regência de Tóquio. O jovem maestro concorreu com candidatos de 49 países e conquistou o prêmio do júri e do público ao reger a Abertura da ópera La gazza ladra, de Rossini, e Petrushka, de Stravinsky.

Em sua passagem pela EMESP Tom Jobim, estudou regência orquestral com o maestro Cláudio Cruz, regente titular e diretor musical da Orquestra Jovem do Estado. “O José começou a estudar comigo com 16 anos de idade e foi meu aluno durante cinco anos. Ele ter ganhado o seu primeiro concurso internacional tão jovem mostra a sua capacidade. Ele é formidável!”, comemora Cláudio Cruz.

Natural de São Paulo, José Soares é regente assistente da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais desde 2020. O jovem regente iniciou-se na música com sua mãe, a maestrina Ana Yara Campos. Em 2016 e 2017 participou como bolsista do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, sendo orientado por Marin Alsop, Arvo Volmer, Giancarlo Guerrero e Alexander Libreich. Na edição de 2017 do Festival recebeu o Prêmio de Regência, tendo sido convidado a atuar como regente assistente da Osesp em parte da temporada 2018.

Foi aluno do Laboratório de Regência da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, sendo convidado pelo maestro Fabio Mechetti a reger um dos Concertos para a Juventude da temporada 2019. Em julho desse mesmo ano, teve aulas com Paavo Järvi, Neëme Järvi, Kristjan Järvi e Leonid Grin, como parte do programa de Regência do Festival de Música de Parnü, Estônia. Atualmente, cursa o bacharelado em Composição pela Universidade de São Paulo.

Confira como foram as performances de José Soares no 19º Concurso Internacional de Regência de Tóquio: