EMESP

MENU

Alunos vencem 1º Concurso Nacional de Piano Nise Obino

26 de agosto de 2021
No dia 18 de agosto, data em que se comemorou os 103 anos do nascimento da legendária professora brasileira Nise Obino (1918-1995), foi divulgado o resultado do 1º Concurso Nacional de Piano em sua homenagem.
Caio Vital, 17 anos, e Bernardo Borges, 18 anos, alunos de piano do 2º ciclo de formação, da classe do professor Luiz Guilherme Pozzi, conquistaram a primeira e a segunda colocação respectivamente. Os alunos Nicholas Diniz, 13 anos, e Samuel Américo, 14 anos, do 1º ciclo de formação, da classe da professora Iracele Livero, obtiveram menções honrosas por suas brilhantes participações. Caio Vital ainda foi agraciado com o prêmio especial de melhor interpretação de uma sonata de Beethoven.

Caio Henrique Vital iniciou seus estudos musicais em 2010, aos seis anos de idade, na Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP Tom Jobim. Em 2014 passou a integrar a classe da ilustre pedagoga polonesa Donata Madejska Lange. Atualmente Caio estuda sob a orientação do pianista e professor Luiz Guilherme Pozzi.

Apesar de sua pouca idade, o pianista já coleciona colocações em concursos de piano, como o 1º lugar do 1º Concurso de Piano EMESP (2016), 2º lugar no Concurso Latino-Americano de Curitiba (2018), Concurso Nacional Souza Lima (2018), Concurso Pró-Música de Campinas (2020) uma 3º colocação no Concurso Nacional Souza Lima (2017), o Prêmio Leilah Paiva de melhor interpretação de música brasileira no XII Concurso de Piano Edna Habith, em Curitiba (2019).

Em dezembro de 2020 Caio ganhou o 1º lugar do “Concurso Online de Piano Vivace-Finale 2020” sediado no México, tocando obras de Bach, Beethoven e Prokofiev. Também coleciona premiações como integrante do duo Scherzo, juntamente com a pianista Ingrid Uemura. Em 2021 conquistou a primeira colocação na seleção brasileira de finalistas pra a bolsa integral do festival Luzern Music Centerganhou a a segunda colocação no concurso promúsica de Campinas e a primeira etapa do Concurso Guiomar Novaes.

Sua formação complementar consta da participação ativa em festivais e masterclasses, tendo tido a orientação de professores como Ricardo Castro, Durval Cesetti e Denis Pascal. Em 2020 foi convidado a participar da Série Jovens Pianistas, em Cabo Frio (RJ), e sua interpretação foi televisionada pela emissora local.


Filho de pais músicos, Bernardo Borges Martins sempre esteve em contato com o mundo da música, tendo sido musicalizado precocemente. Aos 12 anos se apresentou como pianista na orquestra de alunos da Escola Waldorf Rudolf Steiner e com essa idade sua mãe o iniciou no estudo do canto.

Aos 13 anos começou a estudar com Felipe do Val e no ano seguinte, em 2017, foi premiado com o 2° lugar no I Concurso Nacional de Piano Yamaha. Essa premiação fez Bernardo dar prioridade aos estudos de piano, almejando uma carreira pianística. Foi levado por seu instrutor a tocar para o pianista e professor Luiz Guilherme Pozzi, que o recomendou que participasse do processo seletivo para estudar na EMESP Tom Jobim. Foi aprovado e desde então integra a classe de piano do professor Pozzi.

Em julho de 2020 foi premiado com o 1° lugar na 4ª edição do Concurso Nacional de Piano da Escola Pró-Música de Campinas e, em agosto, foi agraciado com a mais alta colocação designada em seu turno no I Concurso Internacional de Piano Linda Bustani. Em 2021 Bernardo ganhou o 1º lugar no Concurso Nacional Souza-Lima e o 3º lugar no Concurso Internacional de Piano do Centro Franz Liszt, de La Nucia, na Espanha.

Bernardo sustenta um repertório que abrange obras para seu instrumento desde compositores do período barroco até composições contemporâneas, assim como peças de música de câmara e obras para piano e orquestra.


Nicholas Diniz é natural de Serra, no Espírito Santo, Brasil. Com 13 anos de idade, aluno na EMESP Tom Jobim, na classe da professora Iracele Vera Livero, já participou de vários recitais de piano como no Recital de Piano MUBE (2019) e no Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (2019).

Sua participação em concursos de piano o levou a alcançar as seguintes premiações: 1º lugar no XVI Concurso de Piano Cora Pavan Capparelli, Uberlândia (2018), 2º lugar no XXVII Concurso de Piano Souza Lima, São Paulo (2018), 1º lugar no Concurso Gru-Piano, Guarulhos (2019), 2º lugar no III Concurso Nacional de Piano Pró Música, Campinas (2019), 1º lugar no XII Concurso de Piano Profª Edna Bassetti Habith, Curitiba (2019), 1º lugar no XXXVIII Concurso Latino Americano Rosa Mística, Curitiba (2019), 1º lugar no XVII Concurso Nacional de Piano Cora Pavan Capparelli, Uberlândia (2019), 3º lugar no XXVIII Concurso de Piano Souza Lima, São Paulo (2019), Menção honrosa no IV Concurso Nacional de Piano Pró Música, Campinas (2020), 2⁰ lugar no XXVII Concurso de Piano Prof. Abrão Calil Neto, Ituiutaba (2020), 3° lugar no The North International Music Competition (2020), 3º lugar no II Concurso Gru-Piano, Guarulhos (2021), 1º lugar no V Concurso Nacional de Piano Pró Música, Campinas (2021) e 2º lugar no MEDICI International Music Competition (2021).


Samuel Américo é natural de São Paulo. Sua paixão pelo piano se manifestou aos 10 anos de idade. Com 12 anos foi aprovado e ingressou na EMESP Tom Jobim, na classe da professora Iracele Vera Livero. Logo se destacou como aluno exemplar e, agora com 14 anos, tem participado de vários recitais e concursos de piano. Destaque para o 2 ° lugar no Word Open Online Music Competition (junho / 2021- Sérvia), 3° lugar no Medici Internacional Music Competition (2021- Inglaterra), 1° lugar no 2° Concurso GRU-Piano (2021 – Guarulhos/SP), 2° lugar no Concurso Latino Americano Rosa Mistica, (Curitiba/PR-2019).3° lugar no Concurso Pro Música (2020 Campinas SP), 3° lugar no Concurso Abrão Calil Neto (2020 Ituitaba/MG),  e menção honrosa no 1° Concurso Nacional Nise Obino.